//
Últimas reportagens
Língua Coreana

HAN-GUEL, A CARTA DE IDENTIDADE DOS COREANOS

Por Marcelo*

Característica, científico, unicidade, Eficiente, etc’

Esses são modificadores para explicar a língua ‘HAN-GUEL’.“HAN-GUEL é a herança cultural da Coréia, e também pode ser a carta de identidade dos coreanos.. “HAN-GUEL é um elemento importante dentro dos elementos que integra a Coréia. É necessário que se entenda a língua dos coreanos para entender a Coreia.

– Por que foi criado o HAN-GUEL? 

A Coreia tem uma história muito antiga, de pelo menos 5000 anos. Dentro dela, havia uma dinastia, se chama ‘Joseon’. Naquele tempo, inclusive antes de ‘Joseon’, os corenos escreviam com os ideogramas chineses, chamados ‘HANJA’. A letra ‘Hanja’ era usada em todos os lugares no leste da Ásia. Mas havia diferença entre a línguagem escrita e a oral. ‘Hanja’ é o ideograma que foi criado para registrar a língua chinesa. Por causa disso, era muito difícil que a língua coreana fosse registrada em ‘Hanja’, especialmente pelo povo. Havia uma grande população analfabeta. Naquele tempo, conhecer ‘Hanja’ significava que se poderia subir para a classe alta, contudo somente a classe alta tinha esse privilégio. Finalmente, o rei ‘SEJONG’, o quarto rei da dinastia ‘Joseon’, decidiu que faria um alfabeto para o povo.

– O princípio de geração de ‘Han-guel’ e a distinção

Depois de decisão, ele pesquisava todos os dias e todas as noites com os eruditos. Quando eles pesquisaram as novas escritas, se concentraram no órgão de pronúncia do som, e os três elementos do universo (terra, céu, pessoa). Por exemplo, a terra foi anotada como ‘ㅡ’, o céu foi anotada como ‘·’, e a pessoa foi anotada como ‘ㅣ’. E outras vogais foram aplicados através desse método . Assim foram formadas as consonantes e as vogais de ‘Han-guel’.

Outra distinção, comparando o alfabeto coreano com o alfabeto latino é a junção das letras. Quando se escreve com o alfabeto latino, cada letra é escrita em seu espaço, como ‘n.o.i.t.e’. Mas  a palavra ‘noite’ em ‘Han-guel’, vai ser ‘밤’. Por essa razão, os coreanos escrevem a mensagem no seus celulares mais rapidamente do que os outros. Dessa forma, o ‘Han-guel’ foi produzido pela junção das consonantes e das vogais. Por isso, ‘Han-guel’ é um ideograma fonético, mas também pode ser colocado em forma silábica.

– Uma história do desenvolvimento do Han-guel

O rei ‘Sejong’ anunciou as letras para o povo no ano de 1446. Naquele tempo, não existia o nome ‘Han-geul’, primeiramente se chamava ‘HUN-MIN-JUNG-EUM’.  ‘HUN-MIN-JUNG-EUM’ significa ‘o direito da linguagem para ensinar os povos’. Ficou conhecido como ‘Hanguel’  depois do ano de 1910 .

Na explicação de “HUN-MIN-JUNG-EUM” foi escrito que “os inteligentes podem conhecer num dia, e os idiotas podem conhecer em 10 dias”. Porém, o Hanguel não passou a ser usado na sociedade aristocrática na época da sua criação. Tradicionalmente, os nobres respeitavam a cultura da China, porque o confucionismo havia sido criado lá, e era a religião official da dinastia “Joseon”. Todos os livros sobre confucionismo estavam escritos em ‘Hanja’, os ideogramas chineses. Assim, o ‘Han-guel’ foi tratado mal pelos nobres. Contudo,  foi usado pela sociedade baixa, tal como mulheres ou crianças.

Após 400 anos, no fim da dinastia ‘Joseon’, foi estabelecida pelo rei ‘Gojong’ umaa lei que exigia o uso da escrita ‘Han-guel’ . Por isso, os eruditos começaram a pesquisar sobre o ‘Han-guel’.

Durante a colonização coreana pelo Japão, entre 1905 até 1945, os japoneses tentaram extinguir o ‘Han-guel’, mas os coreanos conseguiram mantê-lo, usando-o até os dias de hoje.

Atualmente, muitos coreanos dão importância ao ‘Han-guel’, e há muitas atividades acontecendo utilizando o ‘Han-guel’. Especialmente, um designer, chamado ‘Lee Sang Bong’, abriu shows de moda na França, nos Estados Unidos, etc. com ‘Han-geul’, e foi bem-sucedida. Um grupo minoritário da Indonésia, chamado ‘ZZIAZZIA’, escolheu o alfabeto coreano para escrever a sua língua. Dessa forma, o ‘Han-guel’ está se desenvolvendo em muitos campos, e vai deixar uma carta de identidade dos coreanos para sempre.

*Aluno coreano do PPE-UFRGS

Discussão

5 comentários sobre “HAN-GUEL, A CARTA DE IDENTIDADE DOS COREANOS

  1. Muito interessante.

    Parabéns pelo texto.

    Letícia Santos

    Publicado por Letícia G. dos Santos | 08/07/2011, 8:35 PM
    • Oi, Leticia!
      Quanto tempo. Acho que vc me ensinava antes de 3 anos na Coreia, ne?
      Naquele tempo, eu usava o nome ‘Antonio’.
      Eu me lembro um video que fazemos na aula sobre cultura coreana!
      As vezes, assisti esse video~!

      Que saudade.

      Abracos,

      MArcelo

      Publicado por Macelo | 24/08/2011, 10:17 PM
  2. Olá Marcelo!
    Como voce, eu tambem sou estudante da bonita lingua portuguesa, só que na Venezuela. Gostei de seu texto. Os dois temos sorte. Por que? Porque sua professora é Daniela. Tive a honra de ser seu estudante aquí na Venezuela no Instituto Cultural Brasil Venezuela.
    Abraço

    Publicado por Carlos Sardiñas | 09/07/2011, 6:34 AM
  3. Olá Marcelo,

    Excelente texto! Admiro a língua coreana e a cultura de seu país.
    Gostaria de aprender mais!

    Abraços.

    Publicado por Michelle Martins Luz | 29/08/2014, 1:18 AM

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: