//
Últimas reportagens
Homenagem ao autor

O pagador de Promessas

Por Francisco*

Dias Gomes descreve nesta peça de teatro o emocionante calvário do simplório Zé-do-Burro que tem um burro no seu nome e na sua vida também: para cumprir a sua promessa a Iansan, pela cura do seu burro, ele divide sua terra entre os lavradores mais pobres e carrega uma pesada cruz para Salvador, com o objetivo de pô- la na igreja de Santa bárbara. Embora por certo Iansã não seja uma santa cristã, muitas pessoas acham que Iansã se confunde com Santa Bárbara. Com sua simplicidade, e sua integridade, o Zé-do-Burro vai a igreja de Santa Bárbara para pagar a sua promessa a Iansã. Sua obstinação, sua fé conduzem a uma das mais interessantes e irônicas peças do teatro brasileiro.

Obviamente, o autor critica a intolerância de religião. No teatro, o conflito feligioso ocorre entre Zé-do-Burro e Padre Olavo. Zé-do-Burro representa o homem fiel, devoto, e a segunda perssonagem representa a igreja católica, a religião oficial. O Zé-do-Burro só quer pagar sua promessa, mas realmente a sua ação desafia a pureza de Católico. Por issso, a sua ação bem simples torna-se uma ação pessoal contra a Igreja Católica.( É claro que isso não é a intenção do Zé-do-Burro). E no fim do teatro, a morte dele reflete a intolerância de religião.

Outro aspecto que me deixa irritado é atitude do povo. Na sociedade urbana, as pessoas convivem com um pensamento mais complicado( talvez mais moderno também). Como Dias Gomes escreve na peça, quase todas as pessoas que ajudam Zé-do-Burro tentam o usar para ganhar o seu prório interesse. Há algumas pessoas dizem que ele é o líder contra discriminação da Igreja Católica, e também há pessoas que transformam sua promessa de dar a terra aos pobres em uma a favor da reforma agrária. Ninguém dá atenção à realidade e ao sentimento desta vítima. A sociedade urbana é cheia de falta de consciência e moral. O Zé-do-Burro é um simbolo de vítima de violência religiosa, e também um simbolo de moral, simplicidade e consciência. O que mata O Zé-do-Burro não é só a intolerância religiosa, mas também a falta de consciência e moral da sociedade.

Esta peça é muitatraente. Os três atos são simples, mas também emocionantes. A estrutura da peça é bem organizada. Não vai querer parar de ler.

* Estudante do PPE. Chinês.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: